Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amar o PORTO +

"Não há futuro sem memória. Sem enraizamento e sem memória, os povos, como os homens, são apenas náufragos." Manuel António Pina

Amar o PORTO +

"Não há futuro sem memória. Sem enraizamento e sem memória, os povos, como os homens, são apenas náufragos." Manuel António Pina

O PORTO A AGUARELA

25.01.08, amaroporto2

 

 “De todos os pintores do Porto do século XX,

 António Cruz foi decerto aquele que melhor

soube entender a alma da cidade.”

 

 Bernardo Pinto de Almeida

 

 

A Cooperativa Árvore tem vindo a homenagear o pintor António Cruz, no centenário do seu nascimento, nomeadamente, através da exposição de trabalhos seus (pintura e escultura)patente no Museu Nacional Soares dos Reis.

António Cruz (1907-1983), nasceu no Porto e é, justamente, considerado o melhor aguarelista da cidade.

A exposição encerra já no próximo dia 31 de Janeiro.

Fui lá esta manhã e confesso que fiquei tocada pela sua sensibilidade e maestria. 

Um portuense que honra a cidade do Porto e cuja obra merece o carinho e o apreço de todos os portugueses.

 

 

 

 

Adoro o nevoeiro. Das quatro estações do ano, a que mais me fala, a que me dá vida interior, um entusiasmo pela vida é o Inverno.

[...]

O Inverno é a minha estação. É no Inverno que eu sinto a minha felicidade. A humidade no reboco das construções exacerba as cores. Esse rosa-venise, o ocre dourado e todas as cores, até o branco, ganham esta patine, está aqui, está a ver esta parede, isto é uma pintura, é um quadro, nem precisa de moldura...

 

[...] É nos dias de Inverno em que há aquelas brumas sobre o Douro, a desfazer-se de manhã, a levantar-se, e começam a aparecer, a surgir uns pedaços da cidade do Porto, aquela Sé, aquela acrópole da Sé e o Paço Episcopal, a Vitória e aquela freguesia de Miragaia, em frente à Alfândega, aquilo é muito belo.

 

António Cruz