Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amar o PORTO +

"Não há futuro sem memória. Sem enraizamento e sem memória, os povos, como os homens, são apenas náufragos." Manuel António Pina

Amar o PORTO +

"Não há futuro sem memória. Sem enraizamento e sem memória, os povos, como os homens, são apenas náufragos." Manuel António Pina

Um "gajo" do Porto

06.04.09, amaroporto2

 

 

Rui Reininho:

 

Daqui [Porto] saiu o primeiro manifesto contra a escravatura e a pena de morte, a luta contra o Absolutismo, a resistência ao Cerco do Porto.

 

Perdemos o poder reivindicativo e já estamos a sofrer com o erro de canalizar tudo para a capital.

 

As casas estão devolutas [centro histórico], o comércio - que era vivo e forte - está, agora, a morrer. Andar na Baixa é quase como fazer uma peregrinação.

 

A Praça da Liberdade, os Aliados e a Cordoaria estão terríveis.

 

O "Barney" e o "Fred" foram para a pedreira.

 

Em minha opinião, estragaram tudo.

 

A calçada portuguesa e os jardins foram substituídos por granito vindo da China...

 

Para mim, estas obras são sinónimo de falta de sensibilidade, resultado de uma mera "arquitectura espectáculo".

 

in VIVA!

 

Tripeiro sofre!... digo eu.