Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Amar o PORTO +

"Não há futuro sem memória. Sem enraizamento e sem memória, os povos, como os homens, são apenas náufragos." Manuel António Pina

Amar o PORTO +

"Não há futuro sem memória. Sem enraizamento e sem memória, os povos, como os homens, são apenas náufragos." Manuel António Pina

Paços do Concelho da Cidade do Porto

13.07.11, amaroporto2

 

O imponente edifício da Câmara Municipal do Porto é um dos monumentos mais emblemáticos da cidade. Localizado no cimo da Avenida dos Aliados, levou 35 anos a construir.

O edifício dos Paços do Concelho, da autoria do arquitecto Correia da Silva, começou a ser construído em 1920. No entanto, e após inúmeras interrupções e alterações ao projecto inicial, introduzidas pelo arquitecto Carlos Ramos, as obras só são retomadas em 1947, ficando concluídas 8 anos depois. Finalmente, em 1957, os serviços camarários são instalados no edifício.

 

O edifício é constituído por seis pisos, uma cave e dois pátios interiores. Para atingir o topo da torre central, a 70 metros de altura, e da qual faz parte um relógio de carrilhão, é necessária uma escalada de 180 degraus.

Fundamentalmente constituído de mármore e granito – o Salão Nobre é disso um exemplo admirável-, o seu interior conta com alguns locais nobremente decorados. Na Sala D. Maria II, distingue-se a pintura a óleo da rainha em tamanho natural e uma mesa gigante em mogno, que dispõe dum único suporte constituído por um pé central que termina em garras de leão. Finalmente, a Sala das Sessões, onde podem ser admiradas três grandes tapeçarias de Guilherme Camarinha.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.